Programinha para sábado: Liberdade

Hoje fui com a Tatá e a Dri almoçar na Liberdade. O bairro japonês é sempre um bom programa para quem não conhece a cidade ou quer dar uma volta na feirinha. Tem muitos utensílios orientais para casa, cosméticos importados e comidinhas típicas.

No nosso caso, só fomos colocar a fofoca em dia e comermos em um restaurante japonês. Como tem várias opções, e fomos sem qualquer indicação, acabamos escolhendo o que estava menos cheio (e mais aconchegante). O preço do rodízio varia de 42 a 46 reais.

De lá, passamos em uma padaria para comer torta de limão de sobremesa. A padaria já ganhou vários prêmios e é bem conhecida na região. Se tivéssemos passado lá antes, com certeza teríamos dispensado os sushis.

Gente, eu ainda ganhei um livro: a culpa é das estrelas, que tô super entusiasmada para ler (pena que amanhã acaba meu mês de aniversário, hehehe).

Obrigada meninas. Foi uma tarde muito gostosa.

ImageImageImageImageImageImageImage

 

Desesconstrua

Dizem que o mundo seria melhor (e mais fácil) se as mulheres viessem com manual de instrução. Bom, somos complicadas mesmo. É fato. E se assim como exigimos dos homens, soubéssemos ler as entrelinhas, desconstruiríamos esta ideia de colocar a culpa sempre neles e viveríamos numa boa, no mínimo em harmonia.

Chega de esbravejar que o cara levanta a tampa da privada para mijar. E se ele começasse a reclamar que você sempre abaixa a tampa para sentar? que não se preocupa em levantar para ele depois de usar?

E as toalhas molhadas espalhadas pela casa? Drama. Drama. Drama. Elas secam mais rápido do que na umidade do banheiro. Se estiverem na sua cama ou no sofá, pelo menos a sua estará lá, fofinha e sequinha, te esperando depois de um banho quente.

Não tem jeito. Toda quarta ele joga futebol com os amigos e não tem hora para voltar. Ao invés de ficar puta da vida, perdendo horas de sono, agradeça a Deus pelas horinhas de sossego e faça uma festinha particular. Hidratação nos cabelos, unha, aquele creme que deixa o seu rosto verde, leia um livro bemmm grosso ou ligue o som na maior altura para dançar freneticamente o Show das Poderosas. 

Ele não te dá carinho, atenção, faz declarações de amor, deixa recadinhos no face? Não se importe. Cada um faz o que pode. Se ele está com você é porque, no mínimo, adora a sua companhia. Então, se faz o tipo romântica, elogie, diga que se lembrou dele tal hora do dia, compre presentes, encha ele de beijinhos. 

Concluindo, faça a sua parte. Assim eles irão ver que não somos bem este bicho de 7 cabeças, impulsivas, compulsivas, loucas e indecisas. Ou somos?

Image

Orgulho de ser mineira

Se tem uma coisa em que o Brasil vem se destacando muito no exterior é na moda. E quando se trata de modelos bordados à mão, na mais fina alta costura, Belo Horizonte e Uberlândia dão um show.

Nunca falei da Patricia Bonaldi aqui, mas ela é lá da terrinha e dá um orgulho danado das suas coleções. A última é inteira em tons pastéis e com uma pegada bailarina chique.

Quem nunca sonhou ter um vestido da Pat Bo? Eu choro, mas não tenho 10 mil para investir em um. O jeito é ficar babando.

ImageImageImageImageImageImageImageImageImageImageImageImageImage

 

Sopre as velas para ela

Muito, bem mais que linda, é bela.

Bela e o sorriso dela que acorda o sol dos meus dias mais iluminados.

Bela e o jeitinho dela a declamar poemas decorados.

Bela e os braçinhos dela a rodopiar feito balarina em meus sonhos mais dourados.

Bela e ninguém mais, só ela a fazer do meu mundo um reino encantado.

Sapeca ou Cinderela, a minha Bela sabe compôr melodia aonde passa e colorir seu lar com todos os tons do arco-iris.

Isso tudo porque Isabela é apenas uma menina inteligente, feliz, amiga, carinhosa e hoje é o dia dela. Minha Bela.

ImageImage

Cineminha da semana: O lugar onde tudo termina

Não sei aí, mas aqui em Sampa não para de chover. Por isso, ou você entra embaixo das cobertas mais cedo ou faz um programinha light para terminar bem a noite.
 
No sábado, escolhi a segunda opção e fui assistir o eterno Noah (Ryan Gosling) do Diário de uma Paixão, desta vez como Luke. Um motociclista de globos da morte que vive em circos itinerantes e em uma de suas paradas tem um romance com Romina (Eva Mendes).
 
O filme é dividido, claramente, em 3 partes.
  • Quando ele descobre que sua ex teve um filho dele e decide que vai largar aquela vida para ser presente na vida do bebê de 1 ano e poder sustentar sua nova família. Começa sua vida de roubos a bancos, é perseguido por Avery Cross (Bradley Cooper), policial há apenas 6 meses, e que no susto acaba matando Luke.
  • Quando Avery é considerado herói na polícia, mas acaba descobrindo que seus colegas são corruptos e decide entregá-los a midia. E ao mesmo tempo, tem a consciência pesada por ter matado um homem, a ponto de não conseguir olhar na cara do seu filho e desestruturar o seu casamento antes tão sólido.
  • Quando tanto o filho de Avery, quanto o filho de Luke, crescem e com 17 anos se conhecem, desencadeando problema com drogas, furtos, violência até o momento que o filho de Luke descobre quem matou o seu pai e resolve se vingar.

Minha opinião sobre o filme é que eu preferia que ele tivesse ficado só na primeira parte. Gostei muito, mas dá sono. A nota é 7, pois o roteiro é bem escrito, a fotografia muito bonita e o elenco de atores muito bem escolhidos. 

Image

Joga fora no meu lixo: onça com flores

Se tem uma pessoa temática nessa vida sou eu. No domingo, para comemorar o aniversário do meu irmão que está no Canadá, convidei o marido para irmos assistir O Rei Leão.

Para isso, coloquei um vestido que não usava há 8 anos. Um turquesa lindo que mistura as estampas de flores, folhas e o print de onça. Gosto dele porque tem alças duplas e um babadinho assimétrico na barra da saia. Fofooo. Mas devo confessar que desta vez não me senti tão confortável com o decote (problemas com a lei da gravidade. será???)

Para combinar com o vestido e aguentar o friozinho de Sampa (e do ar condicionado do teatro) achei que ficaria mais sofisticado colocar um blazer no mesmo tom (a Tia Nelly quem fez esta peça linda). Nos pés, uma sapatilha mais delicada.

Quando chegamos ao Teatro Abril (agora mudou de nome para Renault) para minha não tão grande surpresa, os ingressos estavam esgotados. Por isso, garanti dois para o último dia da peça no Brasil, daqui 3 semanas e láááá em cima (quase não dará para ver, mas a emoção dará para sentir).

Concluindo, fomos almoçar nas redondezas do apê antigo. O restaurante Athenas que eu adorava ir com o Theus quando ele morava aqui. Um brinde a ele.

ImageImageImageImageImageImage

Agora está tudo bem

Eu e a Leca conversamos todos os dias pelo messenger. Para falar a verdade, ela só descansa de mim nos finais de semana quando eu me recuso a ligar o computador (o bom é que aumenta as saudades, né amiga?).

Na sexta, estávamos escolhendo o melhor vestido para ela ser madrinha de um casamento em outubro. Hoje, ela não entrou no messenger. Esperei, esperei. Já imaginei que alguma coisa estivesse acontecido, mas nunca que ela não me amasse mais. Foi quando ela mandou uma mensagem do hospital dizendo que no domingo um menino, de 19 anos, sem habilitação, atravessou o sinal vermelho e bateu em seu carro a toda velocidade. O carro dela deu perda total. O dele foi parar dentro do córrego. Sua mãe (que estava de passageira) se assustou muito, mas os machucados foram leves. Graças à Deus.

Que lição nós devemos tirar de tudo isso?

Primeiro, não deixar nossas crianças munidas de uma arma tão perigosa quanto um carro. Se o jovem não tem CNH é porque ele ainda não está habilitado a agir e reagir em situações de risco.

Segundo, como a vida é frágil. Um dia estamos com nossa melhor amiga compartilhando momentos simples e felizes, no outro ela pode ter sofrido um acidente (até grave) e você não vai ter tido tempo de agradecê-la pela pessoa maravilhosa que é, por tudo que representa na sua vida, pelo presente que ela é para você, e por ela, mesmo na cama de um hospital, se preocupar em mandar uma mensagem para dizer: agora está tudo bem.

Leia a matéria na integra: http://www.jornalacidade.com.br/noticias/cidades/NOT,2,2,856078,Motorista+se+fere+apos+colisao+e+queda+de+carro+em+corrego+de+Ribeirao+Preto.aspx

E diga agora mesmo para sua amiga o quanto você a ama para sempre.