Livro do mês: As vantagens de ser invisível

Desde quando perguntei ao Matheus qual livro ele achava que eu deveria comprar e ele disse: as vantagens de ser invisível, o título em si já me agrada, eu sabia que seria inevitável lembrar do meu irmão a cada página. Não sei se por ser o caçula (8 anos mais novo que eu) ou por às vezes parecer muito mais velho (o experiente, que cuida, e tem sempre as palavras certas), mas por várias vezes o comparei ao protagonista da história.

O livro fala de um menino de 15 anos, Charlie, que escreve cartas para um amigo (ou a pessoa perfeita que ele imaginou para ser seu amigo) descrevendo as experiências de quando ele deixa de ser um fantasma para começar a fazer parte. Entre o que ele é: exímio leitor, que tira só notas máximas no colégio, um cara de poucos amigos, ao que ele está se tornando: descobrindo o amor, a sexualidade, as drogas, o rock’n roll, existe um precipício, que Charlie ao longo da sua narrativa decide ou não pular.

Escrito por Stephen Chbosky e interpretado nos cinemas por Emma Watson (eterna Harry Poter), o livro é super fácil de ler. São 223 páginas de uma linguagem leve e quase pueril. Eu amei (apesar de muita gente dizer que é livro para adolescente e na Saraiva terem embrulhado com papel de presente com bonequinhos estampados). Para mim é nota 10. E não vejo a hora de dedicar a primeira página ao meu irmão e dar a ele de presente.

No final, tudo se resume aquela música certa que provoca o impulso perfeito para se sentir infinito.

Obs 1: Concordo com Charlie quando ele diz que as mães também deveriam ganhar presente no dia do nosso aniversário. Pelo menos, um dos filhos. Afinal, ela também estava lá.

Obs 2: Melhor ler em casa, de preferência sozinha na cama, já que em algum momento você vai chorar e é difícil controlar.

Image

Advertisements

2 thoughts on “Livro do mês: As vantagens de ser invisível

  1. Nossa, eu conheco o livro e o filme. Quando conversamos sobre o nome, eu nao sabia que essa era a traducao em portugues do livro “The Perks of Being a Wallflower”. Que, por sinal, eh tambem o livro favorito do Charlie, que tem o mesmo nome do personagem. Hahaha.

    Voce terminou de ler? O final eh muito “forte” mas muito interessante. Acho que todo adolescente se identifica um pouquinho com o personagem, alguns de forma mais literal e alguns de forma mais afastada. Eu me identifiquei tambem, bastante.

    Obrigado por lembrar de mim e obrigado pelas palavras.
    Te amo!

  2. Tinha perdido seu blog e fiquei um tempinho sem ler…dei uma passada em tudo e adorei as fotos das juninas, das roupichas e da família. Bjs

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s