Cineminha da semana: O Homem de Aço

Super Man é o único herói verdadeiro. Vou tentar explicar. Todos os outros, como o Homem Aranha e o Batman, são humanos que em algum momento da vida sentiram necessidade de salvar o mundo (o Homem Aranha sofre uma mutação e o Batman sofre uma perda), mas Clark Kent já nasceu em outro planeta e vem para Terra encontrar seu verdadeiro propósito: levar esperança a humanidade.

Aliás, é este o significado do seu brasão no peito. O holograma S, em Krypton, quer dizer esperança. E foi por isso, que Jor-El e Lara abrem mão do seu único filho quando os recursos do seu planeta chegam ao fim levando a sua destruição completa e de todos que ali vivem.

Depois de 33 anos, Zor (o vilão) encontra Kal-El (nosso Super Man) e travam uma luta infinita. Esta é exatamente a parte que eu não gosto. Tudo bem pela ficção científica irreal, tudo bem pela mocinha passar por altas aventuras e não ter nenhum arranhãozinho para contar história, tudo bem pelo Clark Kent começar barbudo e terminar gato e garoto propaganda da Gilette, mas quando dois alienígenas, com iguais poderes, estão em uma luta que parece não ter fim, eu gosto de saber como isso vai acabar (e não é quebrando o pescoço do inimigo com as mãos).

Nota: 8 Porque ir ao cinema numa terça-feira foge ao protocolo e é tudo de bom.

ImageImage

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s