Acontece

A aliança caiu no ralo do chuveiro.

A mão estava toda ensaboada ou era porque já não lhe cabia mais?

Ela se ajoelhou para tentar pegá-la, mas os reflexos foram mais lentos do que de costume.

Tudo parecia em câmera lenta ao seu redor.

Os dias eram mais dos mesmos. As noites mornas e sempre iguais.

Algo lhe dizia que ela não precisava se preocupar tanto. O aborto seria espontâneo. Mas ela não conseguia deixar de perder o sono por isso.

Uma angustia lhe tomava toda vez que parava para pensar, ou parava para ver o céu negro sem estrelas, ou parava para olhar as paredes brancas do seu quarto sem retrato.

Tanto passado, nenhum futuro. Aonde ficou aquilo tudo que ela reconhecia tão seu? Para onde foi tanto amor?

A aliança foi embora com a água, nem por isso ela abria mão. 

O que iria acontecer dali por diante não estava nas linhas do seu destino, agora faziam parte apenas de suas decisões.

 

ImageImageImage

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s