Mesmo se nada der certo

O filminho da semana, sem dúvida nenhuma, é Begin Again. Traduzido para o Brasil como: “mesmo se nada der certo”, conta a história de um produtor musical que está desmotivado e, chegou ao fundo do poço, quando descobriu que sua mulher se apaixonou por outro e ele teria que se afastar da sua filha, desencadeando sua decadência e culminando com a sua demissão. Por outro lado, uma mulher, que vai para Nova York acompanhar o namorado, também cantor, vê o sucesso lhe subindo a cabeça e acaba colocando toda sua tristeza e frustação em suas letras (lindíssimas) de músicas.

O filme mostra um outro lado nada óbvio e menos turístico de New York. Talvez o que eu tenha visto quando conheci a cidade em fevereiro. Algo subterrâneo, não tão belo. E mostra também como duas pessoas podem se salvar sem ter um interesse amoroso entre elas. O filme conta com a magrela e autêntica Keira Knightley, o genial Mark Ruffalo e Adam Levine, o vocalista do Maroon 5, para abrilhantar ainda mais o cenário. Ah, não se trata de um musical, mas no final, dá para baixar um cd inteiro com a trilha sonora do filme.

Enquanto estava vendo fiquei me perguntando: será que o marido está gostando ou é um filme de meninas? Mas não. Ele amou. E isto me deixou ainda mais feliz.

Concluindo: filme leve, bonito, contemporâneo, mas nem um pouco sessão da tarde. Vale muito a pena conferir.

585618.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx mesmo-se-nada-der-certo

Advertisements

The Voice Brasil – segundo dia

A turminha da agência ficou até 4h30 da manhã terminando uma campanha, mas dei um jeito de conferir as 12 novas vozes da semana. De cara, 2 coisas me decepcionaram: a gravação dos programas tinha sido no mesmo dia, por isso, a Claudinha continuava com roupa de ir pra missa e o Lulu com aquela pizza de suor embaixo do braço; quinta que vem não vai ter The Voice porque o horário está reservado para algum debate politíco. Arghhhh.

Eu não estaria tão ansiosa se já tivesse encontrado a voz do brasil 2014, mas ainda não arrepiou. Sabe como é? Não pegou de jeito.

Desta vez, abrimos com uma mulher poderosa, Twyla, cantando “Chain, chain, chain”. Não curti a música, mas a voz e o estilo dela são imbatíveis. Não dá para discutir. Depois uma dupla de Betim, Danilo e Rafael, empostando a voz grave com “Sinônimo” do Zé Ramalho. Isadora, com formação clássica, seduziu com “At last”. Letícia que já participou do musical do Tim Maia colocou sua black music interpretando o cantor. Princess, dos EUA para Salvador, arrasou em “I say a little prayer for you”, mas achei meio perdida, fora da estação. Edu Camargo, deficiente visual, cantou “Eu preciso te esquecer” que eu ainda não conhecia, então não consegui acompanhar. Depois Mariana Mira mandou ver com Joss Stone, no começo não entendi uma palavra, mas se eu conseguisse falar tantas palavras em uma única frase, já merecia ter a cadeira virada. Romero Ribeiro levantou a galera cantando um pagodinho do grupo Revelação (meu preferido da noite). Amarildo Fire escolheu uma música de Brown e Claudinha se fez de desentendida ao não se lembrar que ele já foi seu backing vocal. Kiko e Jeane, os irmãos mais românticos do Brasil, são como todos irmãos: afinadíssimos e hiper bregas.

E você, já se emocionou com algum? Escolheu para quem vai torcer?

Ah, nos 90 minutos do segundo tempo, Claudinha trocou o modelito, tão pouco pior que o primeiro, e nos surpreendeu com um ritmo que não esperava. Amei a interpretação de “It hurt so bad”, mesmo que um tanto quanto exagerada.

show_claudia-2134 show_claudia-2374

Feira das Comidinhas

Juro que não tinha intenção de ir em outra feirinha. Mas estava a pé, a caminho do Shopping Vila Olimpia e passei pela rua Casa do Ator, 906. O que chamou primeiro minha atenção foi a bandinha de jazz que estava se apresentando, depois que notei que era uma feirinha de comidinhas gostosas.

Esta funciona todos os domingos das 2h às 7h da noite. E oferece delícias de 8 a 25 reais. Como eu ia comer no shopping (uma costela com molho barbecue no Rocks & Ribs e alguns sushis deliciosos do Hakka) consegui resistir aos kebabs de carneiro e aos churros com 5 tipos de recheio. Ah, mas este é apenas um aperitivo. Tem muito mais. Corre lá.

CAM01224 CAM01225 CAM01226 CAM01227 CAM01228 CAM01229 CAM01231

Paladar Cozinha do Brasil

Está acontecendo no Anhembi Morumbi da rua Quatá (vila olímpia), a oitava edição da feirinha gastronômica Paladar. O evento não só contava com os melhores chefs de São Paulo, tal como Alex Atala do DOM, Jefferson Rueda e Janaína da Dona Onça, Rodrigo do Mocotó, com a oportunidade de palestras e workshops dos mesmos.

A feirinha ainda vai funcionar amanhã. Vale a pena conferir, provar umas delícias e ainda curtir shows de música. Ah, e se você é desligado como eu que sempre esquece de levar dinheiro no bolso, eles aceitam cartão. Domingo vai até às 22h.

CAM01209 CAM01211 CAM01213 CAM01215 CAM01216 CAM01217 CAM01219 CAM01220 CAM01221 CAM01222

The Voice começou

Como vocês estão cansados de saber eu amo o The Voice brasileirooooo. As pessoas com que convivo às vezes torcem o nariz dizendo que não assistem ou preferem o programa americano ou canadense. Mas gente, sem dúvida nenhuma eu também iria gostar de todas as versões se tivesse uma TV a cabo, mas como na minha casa só pega a Globo, eu me dou ao luxo de aumentar o volume do som no último e me concentrar na voz dos participantes.

Ontem, confesso, não consegui deixar de conversar com o nego durante as apresentações. Ele achou a Claudinha tão mal vestida que não adiantou eu explicar que ela estava com um suéter piedle poul da Channel, um colar de leão dourado da Hermès, e uma sainha preta linda rodada que todas it girls usam e eu sempre quis ter uma. Tive que concordou que alguma coisa não ornava, mas eu acho que não era no look. Talvez no olho tudo e boca nada, ou no cabelo com o franjão anos 50, ou mais ainda, porque depois de 3 edições acabamos nos acostumando com ela e enjoando do excesso de interpretação teatral nada espontâneo. É, cansou.

1411069244_1

Por isso, quando minha bff mandou um whatsup me dizendo que se arrepiou com a menina de preto fiquei um pouco confusa. Primeiro, porque quase todas as participantes foram de preto: a menina de 17 anos que cantou “Tocando em frente” e não foi escolhida; a Livia que conquistou o Daniel interpretando Ivan Lins com sua voz grave; a Nise que foi a rockeira da vez com uma música de Rita Lee, Stephanie que mandou ver com “Set Fire To The Rain”mas ficou um pouco nervosa na apresentação; Hellen Lyu que ficou atrás da cortina para nos sentirmos um pouquinho na pele dos técnicos e surpreendeu com “Valerie”; E teve quem não foi de preto mas eu pouco consegui ver a roupa que estavam usando diante da imensidão da voz: a loirinha com olhos doces, Priscila, que nunca tinha pisado em um palco e foi impecável com “The Scientist” do Cold Play; Bruna Tatto que cantou Michael Jackson com alma; Carla Casarin com sua flor no cabelo e samba no pé; Deena Love, um homem que se transvestil para interpretar as divas dos anos 50 que sua avó admirava.

E assim como no ano passado, para levantar a plateia e a audiência, o The Voice começou com um negro, o Gabriel Silva, que domina o blues; Ricardo e Ronael que venderam o caminhão do pai para viverem de música e homenagearam afinadíssimos o Chitãozinho e Xororó; e Dudu que completou o time masculino e teve sua segunda oportunidade cantando “Tente outra vez”.

Ao todo foram 12 participantes. E eu tenho minhas predileções. Mas gostaria de saber de vocês e da bff, lógico, que voz vocês comprariam um CD e escutariam inteirinho numa viagem de carro? Costumo fazer este exercício para saber se gosto mesmo do cantor. – Eu amaria ouví-lo cantar por 1 ou 2 horas inteirinhas? Façam as suas apostas que no final do programa, quem adivinhar a próxima voz do Brasil ganhará um presentinho do blog.

Agora toda quinta temos um compromisso imperdível, hein?

Pegar e largar

Como ontem foi aniversário da cunhas jurava que não iria rolar o filminho de quarta. Já eram 11h30 da noite e lá estava o nego escolhendo algo que me convencesse a ficar um pouco mais no sofá. Tadinho, ele se esforçou tanto para ver uma comédia romântica de 2006, mas era o único com boa qualidade.

Sua protagonista, a atriz Jennifer Garner (dotada das covinhas mais fofas da américa), está noiva e vai se casar, mas na despedida de solteiro seu futuro marido resolve se aventurar na natureza selvagem e acaba morrendo. Ela passa os próximos dias com seus 3 amigos, e acaba descobrindo segredos que nunca seriam revelados.

É pegar ou largar. Vai encarar?

220px-Catch_and_releaseposter

Samy day

Samy me lembra um domingo de sol que eu costumava ir ao clube com a minha mãe e hoje passo a semana esperando o dia para matar a saudade do meu afilhado e iluminar o meu coração com a presença da família que escolhi.

Samy é uma luz dourada e intensa que pode cegar com a sua beleza, esquentar quando a gente menos espera, mas também transformar um dia nublado em esperança com suas palavras sempre amigas ou seu silêncio um tanto quanto avassalador.

Nós nos conhecemos a 10 anos. Ela era apenas uma menina. A nossa caçulinha a quem queríamos cuidar e proporcionar o melhor da vida. Hoje é uma mulher incrível, uma esposa carinhosa, uma mãe dedicada, uma jornalista atenta, uma fotógrafa apurada, todo mérito dela, por ter nascido com um olhar diferente sobre o mundo, e por lutar a cada dia por mudanças (não só na vida, mas no coração das pessoas).

A gente já teve nossos momentos. Somos muito diferentes e ao mesmo tempo tão iguais. Ela não tem preguiça, por exemplo, de enfrentar uma bela faxina. Ah, tadinha de mim. Nem posso me comparar. Não tenho a metade da sua garra, força e jogo de cintura. Mas apesar de alguns desentendimentos no passado, hoje sinto que somos grandes amigas. Não consigo ficar ao lado dela sem desabafar. Ela é minha confidente, em quem posso confiar. E este ano se mostrou bem mais do que isso. Este ano ela se tornou minha irmã. Me deu casa, colo, cafuné. Me viu sem maquiagem. Fez minha comida. Proporcionou um sono tranquilo e acolhedor.

Obrigada cunhas. Obrigada por fazer parte da minha vida. E muitaaaaaaas felicidades no dia de hoje. Que tenha pizza e coca-cola com bolo de chocolate para soprar as velinhas. Que tenha paz, alegria e seja apenas o primeiro dia de um ano de muitas realizações.

Eu te amo demais.

IMG_3887IMG_3872IMG_3882IMG_3880IMG_3844IMG_3854