Presente

Sim, a gente só dá valor quando perde. Coisa de seres humanos, errantes e confusos que somos.

Porém, uma vez perdido, a gente dá ainda mais valor quando volta a ganhar.

Me perdi nos sonhos que jogamos daquela ponte para que não fôssemos nós no lugar. Estava de mãos vazias. Sem rumo ou rima. Voltei a ganhar quando você as pegou com carinho e choramos juntos sem precisar dizer nada, choramos juntos de alegria pois as lágrimas de tristeza a tempos já estavam secas.

Me perdi quando tentei agradar os outros e quebrei os meus espelhos. Abandonei as raízes, as referências, a mim mesma. Ganhei quando reconheci os meus defeitos, aceite-os, voltei a olhar pra mim.

Me perdi em um dia após o outro, nenhuma perspectiva, minutos intermináveis que custavam a passar. Ganhei quando fiz as pazes com o tempo, parei para observar o sol que nasce e se põe a cada dia, sempre igual e ao mesmo tempo tão diferente.

Me perdi nos pêlos que cresciam em sua barba, eles me diziam: hoje não vou trabalhar, ficarei em casa para cuidar de você, vou arranhar o seu pescoço quando der aquele beijinho de boa noite. E ganhei um novo homem quando você teve que raspá-los, ficar com o rosto lisinho, voltar a ser meu menino.

O que você ganhou hoje? Que presente você se deu neste dia? Lembre-se de tudo que já perdeu no passado e o quanto perderá no futuro, se não parar para reconhecer o hoje como a melhor coisa que você poderia ganhar.

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s