Cineminha da semana: O melhor de mim

Hoje vou falar do filme O melhor de mim. O livro de Nicholas Sparks, como todo livro, é bem mais emocionante. Acho que é porque quando assistimos o roteiro pela telona acabamos tendo pistas dos próximos passos dos protagonistas. Não vou afirmar que é previsível porque soa um pouco negativo, mas como tudo é ação e reação fica um tanto óbvio que se a intenção era nos fazer chorar, ele vai conseguir.

Amanda Collier e Dawson Cole se conheceram há 21 anos e se apaixonaram perdidamente. Estudantes, descobriram o primeiro amor apesar da gritante diferença entre suas famílias. Os Cole eram traficantes de droga e Dawson cresceu em um ambiente opressor, sendo torturado pelo pai e sofrendo o preconceito de toda cidade. Os Collier são uma típica família tradicional, de classe altíssima, que quer se livrar de Dawson para não atrapalhar os sonhos da filha. Um acidente acaba mudando drasticamente o destino deles, e mesmo que a gente viva torcendo para um final feliz nas histórias de amor, nem sempre acontece assim.

Apesar do cenário encantador, fotografia, trilha, falas, direção, aqui é vida real. Acontece tanta coisa em 2 horas de filme que é impossível não se identificar com qualquer parte da trama. Você até acaba acreditando que o ator de 3 metros de altura que aparece no começo do filme é o mesmo do baixinho, eterno X-Man, do final (meu marido torceu o filme todo para desta vez não fazer papel de corno).

Engraçado como foi lançado no ano passado e tanta gente do meu ciclo de amigos do face pegou para assistir essa semana. Qualquer comparação com meu filme preferido, O diário de uma paixão, é só uma feliz coincidência.

url

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s