10 anos atrás…

Quando você me conheceu eu usava uma echarpe com as cores do arco íris. Você disse para a sua mãe que eu tinha o sorriso mais lindo que já viu. Eu não fui muito com a sua cara. Embora todas as meninas da agência tenham ficado alvoraçadas com seu narizinho empinado e a camisa pólo mostarda. Fez um blog com poemas pra mim. Achei que sabia tocar violão. Tudo bem, eu também não sei. Me levou para um festival sertanejo e quando Mato Grosso e Matias cantavam Tentei te esquecer, você me deu um beijo. Disse que fui de sapatilha para ficar da sua altura. No Pit Dog entre um X-Tudo e um creme de morango me chamou pra namorar. Quando eu disse sim você falou que eu era doida, mal te conhecia, e se você fosse um traficante de drogas? Mas aceitou. Me disse que eu tinha que gostar de quem gosta de mim. E você já queria alugar uma casa, comprar uma geladeira, um fogão. Quase pulei do carro de susto. Mas você tinha 2 certezas na vida: a morte, e que se casaria comigo. A gente brigava porque você tinha ciúmes, brigava porque eu sentia sono antes das 10h da noite, brigava porque eu confiava demais nas pessoas. Éramos opostos. Sua irmã me deu os parabéns, nenhuma outra namorada havia sobrevivido a 1 mês. Trabalhávamos juntos. Sentava na minha frente. Passou a sentar do meu lado. Sem querer, via meus emails. Pediu demissão. Saiu da agência. Quis matar um. Saiu da profissão. Fomos para Fortaleza. Nossa primeira lua de mel. Alugamos um carro e descemos as dunas com emoção, comemos o maior camarão deste mundo. Você adorava minha sainha jeans, ou seria as minhas coxas? Não sei ao certo. Eu colocava minhas pernas no seu colo enquanto dirigia a Strada Vermelha. O banco de trás não era tão confortável assim mas estávamos apaixonados. Eu perguntei se você se importava que me mudasse para São Paulo. Você apoiou sem pensar duas vezes. Faria uma especialização, moraria com meu irmão. Você me deu um celular pra te ligar todas as noites. Eu ligava. Roubaram o celular. Você aparecia de surpresa quando a saudade apertava. A gente passou a conhecer vários barzinhos. O nosso preferido era aquele na esquina da Bela Cintra. Fechou. Um dia o ponto vai ser seu. Mas a gente ainda não sabia que de Designer Gráfico se transformaria em Chef de Cozinha. Você ainda tomava Brahma Zero. Imagina se sabia qualquer coisa sobre o futuro. Eu ia para Letônia. Meu avô faleceu. Você deu perda total no carrinho. Acabei escolhendo Amsterdam. Tinha visto as tulipas na novela. Ficou com medo das drogas, mas incentivou mais uma vez. Pediu minha mão na pracinha para o meu pai. Eu ainda não sabia que casaríamos, eu não tinha noção do quanto iria cuidar de mim. Você abriu uma barraquinha de salgados. Emagreceu 20 quilos. Eu andava de bicicleta, morava em um barco, desmaiei porque só comia salada acompanhada de mini latinhas de coca cola. Você vendeu o carro branco do seu pai. Foi atrás. Venceu meu visto de estudante. Nos mudamos para Alemanha. Carregou minhas 8 malas. A gente não tinha onde morar. No hostel, arranjou um bico com um português. Ele separava os queijos com a unha e vendia comida vencida. Você matava os ratos do porão, fazia pães, lanches, almoços, limpeza pesada. Nem dormia. A gente morava na casa do Consul da Macedônia, com um lago na frente. Congelante. Você fazia compras toda manhã. Brazilian Food For Friends por 3 euros e 50. A Sophia foi morar com a gente. Festas, reuniões, como se estivéssemos novamente na faculdade. Você logo faria outra. Mas antes morou num sofá fedendo a coxinha, e eu morri de saudade. Voltou pra mim. Fomos morar em Ribeirão Preto. Eu já havia feito faculdade lá. O sofá de couro preto não era tão divertido assim. Fui demitida. E nos casamos. 3 dias de festas. Foi incrível. Você se perguntou onde eu estava porque se viu sozinho ali no altar. Sua mãe cutucou suas costas quando meu pai me levou até você. Descemos a escada ao som de rock pesado. Fiz entrevista de emprego na nossa lua de mel em Curitiba. Estrada de fazer o sonho acontecer. Moramos com meu irmão. Moramos na Frei Caneca. Eu trabalhava na Sumô. Sua mãe foi morar com a gente. Sua irmã foi morar com a gente. Você estudava a noite. Mal nos víamos. Engordei 25 quilos em um ano. Tinha um supermercado na frente. Churrascos no domingo e alguns rolés na Augusta com os amigos. Fez um site de comidinhas. Ácidas e picantes. Fotografava meu prato do dia. Deu entrevista para a rádio. Divulgou receita na revista. A gente se mudou para Vila Olimpia. Era mais perto do serviço. Trocou o Ka preto pelo Peugeout zicadinho. A cada mudança de casa tocava Amy Whine House, mas era Adele que bombava naquele ano. Começamos a frequentar o Shopping, mas nunca com tanta frequência quanto hoje. Assistíamos o seriado House nas quartas de futebol. Fiz cirurgia. Você mais uma vez estava ao meu lado. Chorou quando eu tomei 50ml de sopa rala. Chorou de ajoelhar ao lado da cama da minha mãe. Perdi o emprego. Você tinha acabado de pedir demissão do Amici. Nosso primeiro sobrinho afilhado lindo razão do viver nasceu. Fomos morar com a sua irmã. Fiz mais de 80 entrevistas de emprego. Briguei com minha família. Agora você era minha família. Cresci a força. Sujei as toalhas da Samy com rímel. Nunca mais sai. Arranjamos um apê em Moema. O bairro que sempre quis morar. Familiar. Usamos menos o carro para sair. Conhecemos 3 barzinhos e desistimos de conhecer mais. Fica mais barato beber em casa. Heineken. Arranjei um trabalho. Uma agência top. Conheci alguns artistas, descolei convites para as festas da mídia. Você participou de um programa de tv de food trucks, participou de uma cooperativa, viu que o prato mais vendido era o hamburger. Criou a Burgerland. Um dos colegas virou sócio. Viaja todas quartas e quintas para Itapecerica da Serra. Não fica sem o colírio nos olhos. Toma limão espremido todas as manhãs em jejum. Não come nunca. Também não dorme. Acha o quarto pequeno. É mesmo. Deixo o seu lado arrumado. Vimos São Paulo de cima. Descobriu que não tem medo de helicóptero.

Te amo. Cada dia mais.

1193143337_f

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s