Do outro lado de mim

Bom dia.

Obrigada.

De nada.

Com licença.

Por favor.

Pequenas gentilezas formam grandes homens.

Seja no Brasil ou em qualquer País.

O que nos falta e fali é a educação

Onde tirar vantagem vale mais do que ganhar o pão.

Somos condescendentes a aceitar o que vier.

Ser displiscentes com o que o outro precisa ou quer.

Ancorar sonhos robustos no passado.

Levar os dias como quem empurra a barriga enorme e vazia.

Politicamente incorreta, socialmente careta.

Minha língua discorre um beijo ácido, verso vulgar.

Mas a garganta não bebe vinho nem vodka, champagne ou cerveja.

Destila um abrigo inóspito, mascara o refúgio da rotina.

Tudo, tanto e quanto. Nada.

Minto a respeito do meu espelho.

Não sou bela nem tão boazinha assim.

Também não sou de me conformar com rótulos.

Por isso, quando me pintam, mudo.

De figura, mala e cuia, pro outro lado do mundo,

do outro lado de mim.

IMG-20150818-WA0010

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s